X
Tetra Viral - Emilio Ribas

Horário de funcionamento

Drive-Thru São Gerardo
Horários

Seg a sáb: 06h às 12h
Dom: Fechado

Mais informações >
Emilo Ribas em Casa
Horários

A qualidade que você já conhece, no conforto do seu lar.

Mais informações >
NTO
Horários

.

Mais informações >
Unidade Alberto Lima
Horários

Atendimento
> Seg a Sex: 08h às 18h
> Sábado: 08h às 12h

Mais informações >
Unidade Aldeota
Horários

Atendimento
> Seg a Sáb: 06h às 18h
> Domingo: fechado

Mais informações >
Unidade Aldeota II
Horários

Atendimento
> Seg a Sex: 08h às 18h

> Sábado: 08h às 12h

> Domingo: fechado

  • Serviços disponíveis
  • Vacinas
Mais informações >
Unidade Aldeota III
Horários

Atendimento
> Seg a Sáb: 06h às 18h
> Domingo: fechado

Mais informações >
Unidade Cambeba
Horários

Atendimento
> Seg a sáb: 06h às 18h
> Dom: 07h às 17h

Mais informações >
Unidade Damas
Horários

Atendimento
> Seg a sex: 06h às 17h
> Sábado: 06h às 12h
> Domingo: fechado

Mais informações >
Unidade Dionísio Torres
Horários

> Seg a sáb: 07h às 15h
> Domingo: fechado

Mais informações >
Unidade Dom Luis
Horários

Atendimento
> Seg a sáb: 06h às 18h
> Domingo: 07h às 17h

Mais informações >
Unidade Eusébio
Horários

Atendimento
> Seg a Sáb: 06h às 18h
> Domingo: 07h às 17h

Mais informações >
Unidade Fátima
Horários

Atendimento
> Seg a sáb: 06h às 18h
> Domingo: fechado

Mais informações >
Unidade Iguatemi
Horários

Atendimento
> Seg a sáb: 07h às 19h
> Domingo: 07h às 17h

*Atendimento COVID-19

Mais informações >
Unidade Jacarecanga
Horários

Atendimento

  • Seg a Sáb: 06h às 18h
  • Domingo: fechado
Mais informações >
Unidade Jacarey
Horários

Atendimento
> Seg a Sáb: 06h às 18h
> Domingo: fechado

Mais informações >
Unidade Joaquim Távora
Horários

Atendimento 
> Seg a sáb: 06h às 12h
> Domingo: fechado

Mais informações >
Unidade Maraponga
Horários

Atendimento
> Seg a sáb: 06h às 18h
> Domingo: fechado

Mais informações >
Unidade Meireles
Horários

Atendimento
> Seg a sáb: 06h às 19h
> Domingo: 07h às 17h

Mais informações >
Unidade Meireles II
Horários

Atendimento
> Seg a sáb: 06h às 18h
> Domingo: fechado

Mais informações >
Unidade Montese
Horários

Atendimento
> Seg a sex: 06h às 18h Sáb: 06h às 12h
> Domingo: fechado

Mais informações >
Unidade São Gerardo
Horários

Seg a sáb: 06h às 18h
Domingo: 07h às 17h

Mais informações >
Faça aqui
Vacinas

SERVIÇOS / VACINAS Tetra Viral

Particular

  • R$480,00

O que previne:

Sarampo, caxumba, rubéola e varicela.

Indicação:

A vacina SCR-V está licenciada para crianças e adolescentes até 12 anos. Recomenda-se em substituição às vacinas tríplice viral (SCR) e varicela, quando a aplicação das duas for coincidente;

Contraindicação:

Gestantes;

Pessoas com comprometimento da imunidade por doença ou medicação;

História de anafilaxia após dose anterior da vacina ou a algum componente;

Alergia ao ovo;

Esquemas de doses:

A SBIm e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomendam na rotina uma dose aos 12 meses e outra entre 15 e 24 meses de idade, podendo a vacina SCR-V ser substituída pelas vacinas tríplice viral (SCR) e varicela.

Resumindo: Duas doses a partir dos 12 meses de idade com intervalo mínimo de 3 meses entre as doses.

Efeitos e eventos adversos: (Essa parte do texto não contém nas outras vacinas, porém foi exigido) 

Após a primeira dose, 22% dos indivíduos vacinados com a SCR-V têm risco de apresentar febre. Esse percentual cai para 15% quando da aplicação das vacinas em separado. O risco de convulsão febril é discretamente mais alto após a primeira dose, quando é feita com a vacina SCR-V, em comparação com as vacinas separadas, o que equivale a um caso a mais para cada 2.500 crianças vacinadas. Na segunda dose de SCR-V, essas diferenças não acontecem e a quantidade de eventos adversos é a mesma após a vacinação com uma ou outra apresentação.

Em 3% dos vacinados aparecem erupções na pele semelhantes às do sarampo. Esses sinais se instalam de cinco a 12 dias após a vacinação e desaparecem em poucos dias sem deixar sequelas.

As reações locais acontecem menos de 0,1% dos vacinados e incluem: ardência, vermelhidão, dor e formação de nódulo.

Febre alta (maior que 39,5°C), que surge de cinco a 12 dias após a vacinação, com um a cinco dias de duração, pode ocorrer em 5% a 15% dos vacinados. Nesse caso, crianças predispostas podem apresentar convulsão febril, sem consequências.

Em 0,5% a 4% dos vacinados também ocorrem dor de cabeça, irritabilidade, febre baixa, lacrimejamento e vermelhidão dos olhos e coriza, de cinco a 12 dias após a vacinação.

Manchas vermelhas no corpo, sete a 14 dias após a vacinação, durando em torno de dois dias, aparecem em 5% dos vacinados.

Gânglios inchados aparecem em menos de 1% dos vacinados entre sete a 21 dias após a vacinação.

Todos estes sintomas gerais ocorrem principalmente após a primeira dose da vacina.

Inflamação das meninges (meningite), em geral benigna, pode ocorrer entre o 11º e o 32º dia após a vacinação. Inflamação do cérebro (encefalite) pode surgir entre 15 a 30 dias após vacinação em um a cada 1 milhão a 2,5 milhões de vacinados com a primeira dose.

Manifestações hemorrágicas (púrpura trombocitopênica) foram descritas na proporção de um caso para 30 mil a 40 mil vacinados, com evolução benigna entre 12 a 25 dias após a vacinação, mas sua ocorrência contraindica doses subsequentes.

Inflamação das glândulas parótidas ocorre em 0,7% a 2% dos vacinados, de dez a 21 dias após a vacina.

A anafilaxia é muito rara e ocorre com mais frequência nos primeiros 30 minutos, o que contraindica doses subsequentes.

Via de aplicação:

Subcutânea

AGENDE UM ATENDIMENTO

Carregando...

Área do Restrita

Faça seu login com as suas credenciais.